Confira abaixo os principais acontecimentos que mexeram com o mercado de soja durante a semana do dia 12 ao 16 de fevereiro de 2024.

As cotações da soja na Bolsa de Chicago foram pressionadas na semana passada, com todas as posições encerrando abaixo de USD 12,00 por bushel até o fechamento da sexta-feira (16).

Alguns fatores que contribuíram para esse cenário:

  • Outlook Forum do USDA trouxe as primeiras projeções para a safra 24/25 dos EUA, estimando um aumento 4,7% na área plantada, totalizando 35,4 milhões de hectares;
  • As condições das lavouras na Argentina foram beneficiadas pelas chuvas;
  • No Brasil, a colheita da soja continua em um ritmo acelerado.

O fortalecimento do dólar ajudou a dar suporte às cotações domésticas, destravando um pouco a comercialização. Além do câmbio mais favorável, os prêmios da exportação voltaram a subir e, com isso, os preços oferecidos aos produtores apresentaram leve melhora, ainda que bem abaixo das pedidas.

Para essa semana do dia 19/fev, a grande expectativa é saber como os importadores chineses irão se comportar na volta do feriado do ano novo chinês.

Saiba mais sobre o mercado do agronegócio com os resumos semanais da Agroconsult.

soja