Confira abaixo os principais acontecimentos que mexeram com o mercado de milho durante a semana do dia 20 a 24 de maio de 2024.

Os preços do milho voltaram a seguir o comportamento do trigo mais uma vez. Mas, ao contrário da outra semana, as cotações subiram e o milho encerrou a semana com valorização média na curva de 2,6%.

Na CME, a preocupação com a produção de trigo no hemisfério Norte guiou o comportamento do milho. As notícias de que a safra russa de cereais segue com problemas estressaram o mercado e levaram os preços para cima.

Em algumas áreas dos EUA, o clima tem prejudicado lavouras já implantadas e a especulação é que será necessário realizar o replantio em áreas maiores do que o habitual. Por outro lado, o ritmo de plantio evoluiu bem e volta a estar dentro da média histórica, mas ainda atrás da safra anterior.

No Brasil, a demanda externa voltou a dar as caras e os rumores são de que alguns negócios voltaram a acontecer. Apesar da demanda externa ter aparecido, os prêmios FOB não reagiram devido à semana de bons volumes vendidos pelos produtores e a expectativa de uma safrinha muito boa.

A colheita na Argentina segue a passos lentos, com o foco na retirada da soja do campo. Segundo a Bolsa de Buenos Aires, a colheita atingiu 28,2%, com uma evolução semanal de 2,8%.

Veja mais com o Agrovip, o resumo semanal da Agroconsult.

milho